5 de março de 2012

Daquilo que não notamos

É incrível como tem momentos em que precisa vir alguém de fora de nossa vida para nos mostrar as coisas valiosas que nós temos. Nossos amigos queridos, nossa família imperfeitamente perfeita, nossa saúde sempre boa, as pequenas coisas que nunca conseguimos valorizar por nós mesmos. Que sempre reclamamos que não está bom, porque na verdade nunca sabemos como seria esse estar bom. Na verdade tudo é ótimo. Tudo dá certo, o que falta é a sensibilidade para perceber isso. É muito mais fácil reclamar de tudo, se lamentar pelas pequenas coisas, achar que podia ser melhor do que olhar para dentro e enxergar tudo o que já está bom. Bom até demais. Às vezes é bom escutar alguém de fora. Porque é preciso um empurrãozinho, uma pequena ajuda para notar que a vida não podia ser melhor.

5 comentários:

Fernanda Azevedo disse...

É tudo questão de escolha, afinal. Não foi à toa que nos foi concedido o livre arbítrio. A vida inteira é feita de escolhas. Eu li dia desses sobre a felicidade teimosa, perseverante de um homem que a desdém de ter as duas pernas atrofiadas e viradas para dentro. Ele simplesmente disse que precisou escolher ser feliz com o que tinha e que vê a tristeza sobre aqueles que julgam ter mais do que ele, que não se sente nem um pouco menor. Trata-se de um desenvolvimento humano, espiritual que só que se põe sensível diante da vida pode alcançar. Um dia eu consigo. Espero que você também. Parabéns pelo novo espaço, pela nova escolha. Eu gostei. Voltarei sempre que puder. Beijos

Ariana Luz disse...

Ficou tão bonito aqui. Ficou cheia de boniteza a tua vida, percebi.

Flores.

#tatianepires disse...

Me identifiquei muito com o seu texto! Concordo, a vida sempre pode ser melhor, sempre !
Boa semana, beijo

vidapublica disse...

Mas sim, as vezes tudo o que a gente precisa é de apenas um empurrãozinho. Não me canso de dizer isso... e até parece que a gente sai da Matrix quando leva um.

rashmi nadiana disse...

amei